Parte 1 – Exercício é melhor que remédio para reduzir morte por doenças cardiovasculares

Pacientes com histórico de AVC ou diabetes se beneficiam da atividade física para prevenç?o de novos eventos, diz estudo

Praticar atividade física pode ser t?o eficaz quanto muitos medicamentos na prevenç?o secundária para doenças cardiovasculares – ou seja, evitar um segundo evento cardíaco em pessoas que já sofriam de algum problema, como AVC ou diabetes -, de acordo com uma análise de ensaios clínicos randomizados publicados online dia 02 de outubro no British Medical Journal. O trabalho foi conduzido por dois pesquisadores: um da London School of Economics and Political Science, no Reino Reunido, e do Grupo de Pesquisa e Política de Drogas – Departamento de Medicina Populacional da Harvard Medical School e outro da Stanford University School of Medicine, na Califórnia.

Os autores analisaram 16 estudos – quatro analisaram o efeito dos exercícios sobre pacientes com doenças cardiovasculares e 12 análises mediram o efeito do tratamento medicamentoso. Os pesquisadores acrescentaram tr?s novos ensaios de exercícios para uma revis?o, que incluiu 305 ensaios clínicos randomizados com 339.274 participantes. Para os quatro trabalhos com evid?ncias sobre a eficácia do exercício sobre a mortalidade, 14.716 participantes foram incluídos em 57 ensaios.

Embora a amostragem sobre exercícios tenha sido reduzida, a análise n?o encontrou diferenças detectáveis nas taxas de mortalidade entre pacientes que fizeram exercícios ou intervenç?es farmacológicas na prevenç?o secundária de doença cardíaca coronária. O exercício foi mais eficaz do que qualquer intervenç?o medicamentosa para reduzir a taxa de mortalidade entre os pacientes com AVC. Nem exercício nem drogas eram claramente eficazes em reduzir as taxas de mortalidade em pré-diabetes, afirmam os autores. Na insufici?ncia cardíaca, diuréticos foram mais eficazes do que o exercício, mas esse superou todos as outras classes medicamentosas para o problema como betabloqueadores e bloqueadores dos receptores da angiotensina.

Os cientistas afirmam que nos casos em que as opç?es de drogas proporcionam apenas modesto benefício, os pacientes merecem entender o impacto que a atividade física pode ter sobre sua condiç?o. Segundo eles, é importante que o médico oriente sobre a prática de exercícios e que os pacientes sejam mais engajados nesse tipo de prevenç?o.

Aposte nestes exercícios para a saúde do seu coraç?o.

Para garantir um coraç?o saudável, os médicos recomendam um remédio milagroso: movimentar o corpo. Quando fazemos exercícios regularmente, o coraç?o trabalha com mais efici?ncia e sem ter que fazer tanto esforço. O sangue flui melhor e as artérias e vasos ficam mais flexíveis e saudáveis. Tudo isso previne o risco de doenças cardiovasculares, como infarto, colesterol alto, derrame e hipertens?o. Para favorecer o sistema cardiovascular, os exercícios precisam elevar a frequ?ncia cardíaca. “É o caso da caminhada, da bicicleta, da nataç?o, corrida, aulas de step e jump”, recomenda Paulo Mazzeu. Confira, a seguir, por que essas atividades fazem t?o bem ao músculo vital e quais as variaç?es de treino que favorecem a saúde cardiovascular.

 

 

Contato

Formulário
& localização

faça uma aula grátis e conheça. academia acquarius

Horários de Funcionamento

Segunda a Sexta das 06:00 as 22:00
Sábados das 08:00 as 16:00
41 3258 2662
R. Santana Itararé, 397
Sítio Cercado - Curitiba - PR
Perto do
Terminal