Nado Crawl, saídas e viradas

Saídas

As saídas feitas do bloco t?m o objetivo de impulsionar o nadador ? frente rapidamente e o com maior impulso possível para ganhar velocidade logo no começo do nado. Para isso, o atleta deve saltar na água em direç?o a um ponto como se tivesse um arco e o nadador fosse entrar por ele. O vôo deve ser o mais prolongado possível. Depois vem o contato com a água, o corpo fica numa posiç?o estendida, a cabeça flexionada entre os braços, quase junta ao peito. A entrada na água começa pela ponta dos dedos com uma leve inclinaç?o do corpo para favorecer o deslizamento. Deve-se tentar saltar de modo que todo o corpo entre no mesmo ponto onde entrou a m?o para que n?o aconteça a famosa ?barrigada? que atrapalharia, e muito, o salto.

Tipos de saídas

Clássica ou convencional: nesta saída há um aproveitamento muito grande do impulso, devido ao movimento de rotaç?o dos braços para traz. Porem n?o está sendo muito utilizada, pois o nadador demora mais para entrar na água.

Agarre: é a mais usada e bem mais rápida do que a anterior. Nela, o nadador prende os artelhos no bloco ou na borda e a flex?o do tronco é mais acentuada, permitindo que as m?os segurem a beirada anterior da plataforma de saída. Essa saída aumenta a velocidade com que o nadador chega ? água. O nado no crawl começa com o deslize com mais ou menos 60 cm de profundidade e a posiç?o do corpo precisa estar estendida. O impulso da saída deve ser usado em benefício do nadador.

Viradas:

virada crawlSimples ? Uma m?o toca a parede e a outra permanece atrás. Gire o corpo colocando os pés na parede da piscina. As pernas ficam flexionadas e se deve lançar o braço que tocou a parede por cima da cabeça em direç?o ? outra m?o que permaneceu na água, para realizar o deslize. Com todo o corpo estendido, o movimento de impulso da parede só pode ser feito após essa posiç?o estar ótima.

Olímpica ? o nadador se aproxima da borda, gira o tronco para ficar voltado para baixo, impulsiona as pernas na parede e realiza o deslize com os braços estendidos para frente.

 

Execuç?o da virada

Para ser executada de maneira correta, uma virada depende de um bom ponto de rotaç?o ou toque bem calculado, uma rápida transiç?o (giro) e um deslize feito de maneira ótima.

Aproximaç?o: veloz em direç?o ? parede, velocidade linear transformada em velocidade rotatória (virada olímpica).

Toque: No nado crawl n?o é necessário o toque das m?os, mas qualquer parte do corpo. No caso da virada olímpica, o que toca a parede s?o os pés.

Giro: Deve ser rápido, a cabeça deve estar junta ao peito,  isso acelera ainda mais a rotaç?o, o movimento de impulso das pernas para cima em direç?o a borda, também auxilia nessa velocidade.

Deslize: deve ser feito com uma profundidade em torno de meio metro.

 

Contato

Formulário
& localização

faça uma aula grátis e conheça. academia acquarius

Horários de Funcionamento

Segunda a Sexta das 06:00 as 22:00
Sábados das 08:00 as 16:00
41 3258 2662
R. Santana Itararé, 397
Sítio Cercado - Curitiba - PR
Perto do
Terminal